Alfabeto Japonês – Hiragana, Katakana, Kanji

A língua japonesa é escrita através de 3 variedades de símbolos gráficos (alfabeto japonês):

  • Hiragana ひらがな (alfabeto silábico/fonograma) – é uma variedade de escrita (kana) simplificada e derivada dos Kanjis (ideogramas). É muito empregado na grafia de quase todos elementos da língua japonesa.

É importante que se aprenda o hiragana e katana o quanto antes pois eles são a primeira etapa do ensino básico de japonês. Dominando esses 2 sistemas de escrita, você terá mais facilidade em entender o conteúdo.

alfabeto japonês hiragana
Comece lendo da direita para esquerda na vertical

 

  •  Katakana カタカナ(alfabeto silábico/fonograma) – é a variedade de kana utilizada para palavras de origem estrangeira, principalmente em inglês. E de onomatopéias, que imitam o som de alguma coisa.

O hiragana tem um aspecto mais arredondado e o katakana tem traços mais retos à primeira vista. Às vezes o katakana pode ser usado como uma forma de destacar uma palavra.

Em todo caso o hiragana é bem mais usado que esse katakana. Mas é essencial que de início se aprenda os dois, já que são infinitamente mais fáceis de memorizar do que os Kanjis.

alfabeto japonês katakana
Comece lendo da direita para esquerda na vertical

 

Escreve-se o alfabeto japonês na vertical ou na horizontal ?

Tanto pode ser escrito como no português (da esquerda para direita) ou podemos escrever em pé (da direita para esquerda). Na internet é mais comum escreverem deitado mesmo, como fazemos no português.

 

Qual a sequência correta de desenhar os traços do Kanji, Hiragana e Katakana?

Geralmente se começa de cima e da esquerda para direita. Claro que existem muitas exceções, mas para quem está começando isso já ajuda a ter uma boa noção.

alfabeto japonês e ordem de traços
Kane ou Kin = dinheiro, ouro

 

  • Kanji 漢字 (ideograma)  é a escrita de origem chinesa, que representa diretamente uma idéia. Estima-se que a introdução do Kanji no Japão tenha-se iniciado por volta do séc. IV.

Os kanjis também são chamados de elementos pictográficos pois podem se basear na imitação de algo que existe na natureza. Por isso dizem que mesmo alguém não consiga ler, associando ele com uma imagem  pode saber o que o desenho representa intuitivamente.

kanji pictográfico

No processo de importação do Kanji da China pelos monges budistasos seus significados e leituras foram adaptados às características culturais e fonéticas japonesas.

O número deles passa de 85 mil de acordo com o maior dicionário chinês.

Mas o ministério da educação do Japão para facilitar listou 2.136 Kanjis (no ínicio eram 1.945), catalogados e ensinados nas escolas japonesas. Portanto aprendendo os Jouyou Kanjis (常用漢字), uma pessoa está apta a ler jornais e revistas e se virar no cotidiano com esse número de kanjis. 

 

Quanto tempo leva para aprender todos kanjis? Hoje é possível aprender mais rápido?

Os jovens japoneses passam anos de sua vida aprendendo os 2.136 símbolos japoneses, e suas variadas combinações, durante algo que seria equivalente ao nosso ensino médio brasileiro.

No entanto, muitos livros ou materiais de áreas específicas trazem mais ideogramas, assim podemos dizer que o número de ideogramas usados no idioma fica por volta de 6000. Mas a real dificuldade não está na quantidade, e sim no fato de que cada símbolo pode ter várias leituras dependendo da combinação e da situação.

E devido a essa complexidade muitos estudantes estrangeiros acabam desistindo de aprender o idioma. O alfabeto japonês é algo que confunde no início por ser algo diferente, mas com o tempo e a metodologia eficiente o estudante pode assimilar muito rápido.

 

alfabeto japonês e ideogramas

 

Ainda hoje se costuma medir o nível de um estudante pelo número de Kanjis que ele sabe. Isso não quer dizer muito, pois é como dizer que alguém sabe mais inglês se sabe mais gramática.

Atualmente o aprendizado de idiomas está tendo um enorme revolução. Com os recursos online, não só a maneira de aprender, mas a forma de ensinar também está em profunda mudança.

Mas isso seria um assunto muito longo e tema para um outro artigo. Aqui só quisemos abordar os pontos básicos da escrita japonesa e esperamos que lhe tenha sido útil.

 

alfabeto japonês

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *